Complexidade versus satisfação do orientador

Impressionante como o gráfico abaixo apresenta com fidelidade a realidade da vida de um orientado e sua relação com o orientador.

Lembro que a dica que recebia repetidas vezes era “Você precisa escrever mais!!”. No início da graduação aprendemos a resumir capítulos de livros, e no final devemos ser prolixos. Repetindo tudo o que você disse mais uma vez de uma forma que o texto fique cada vez maior e com mais informações e mesmo que não tenha mais nenhuma informação tudo deve ser dito claramente e em frases longas para confundir o leitor e esconder alguma informação que não está bem fundamentada, para ela parecer mais complexa do que realmente é, de modo a passar a impressão de que o trabalho é importante para a comunidade científica e assim receber mais verbas do Cnpq, para realizar mais pesquisas que publicam mais informações longas complexas e que não dizem nada, mas que valem pontos no Lattes, para o seu orientador ficar feliz com… (cansei)

Via anaattraffic

Tags:

5 Comments

  1. André HP maio 1, 2010
  2. Mychel maio 2, 2010
  3. Carla Barroso maio 4, 2010
  4. morena maio 12, 2010
  5. Diego maio 13, 2010

Escreva um comentario